Panquecas!

24 01 2011

Uma das primeiras coisas que aprendi a cozinhar foram panquecas. Adorava fazer um monte no final de semana e me empanturrar loucamente… acho que algumas coisas não mudam. 🙂

As panquecas também foram responsáveis pela minha primeira queimadura culinária mais séria. Eu queria virar a panqueca na frigideira sem a espátula, só jogando pra cima mesmo, que nem no desenho do Pica Pau. Uma vez, ao virar a panqueca, meu dedo indicador queimou na parte de metal do cabo da frigideira. Ai! Resultado: uma bolha gigante no dedo que fez ele ficar curvado. Por 3 semanas, eu não conseguia apontar pra frente.

Contudo, esse incidente me dá mais segurança para continuar a fazer tentar virar a panqueca e saltear legumes. Estou melhorando! É preciso ver se a panqueca está soltinha e jogar pra cima sem medo. Tem que controlar no pulso!

Mas quem sou eu para ensinar algo? Aprenda com a mestra, Julia Child (versão Meryl Streep e versão original):

Gotta love Julia!

Receita de panqueca é mto simples…

Ingredientes

1 ovo

1 xícara de leite

1 xícara de farinha (dá pra usar 1/2 integral 1/2 refinada)

Como fazer

Misture todos os ingredientes e bata com o mixer (se você for phyno, use o fuet).

Unte uma frigideira com pouca manteiga/óleo, jogue um pouco da massa – para ficar uma panquena americana gordinha, use uma concha e jogue a massa só no meio da frigideira.

A panqueca começa a fazer bolhas…

Bolhinhas!

A cena é bonita, dá vontade de ficar parado olhando. Porém, cuidado: se você fizer isso, pode se distrair…

Burned, baby. Burned.

Fiquei admirando as bolhinhas e, quando vi, a panqueca estava queimada. Ou seja: assim que começar a fazer bolhas, veja com a espátula se o fundo já está desgrudado da frigideira. Assim que estiver, vire a panqueca, espere o outro lado ficar da cor ideal e é isso. Está pronta!

O bom de panqueca é que é fácil de fazer, mas faz você sentir que sabe cozinhar horrores. Gordon Ramsay que se cuide!

Pancakes

Panquecas para uma manhã feliz

 

Update: achei esse vídeo do Jamie Oliver fazendo panquecas com as filhas dele que é a coisa mais fofa do mundo! Awwwwww!

Anúncios




A grandiosidade da omelete

19 01 2011

Todo momento na cozinha pode ser grandioso.

Para quem curtiu aprender a fazer omelete com a Julia Child, vai se sentir o Alexandre o Grande depois de ver esse comercial:

Comercial “Kitchen Odyssey” da Wieden+Kennedy London para a manteiga dinamarquesa Lurpak. (vi aqui)





Gadget culinários

17 01 2011

A-DO-REI a definição da wikipedia de Gadget:

Gadget (do Latin: geringonça, dispositivo) é uma gíria tecnológica recente que se refere, genericamente, a um equipamento que tem um propósito e uma função específica, prática e útil no cotidiano.

Em resumo: gadget é geringonça.

No mundo moderno tecnológico cyber de hoje, todos somos um pouco geeks. Você pode achar o iPhone imbecil (blasfêmia!), não entender porque as pessoas precisam de uma pinça com lâmpada, mas certamente tem alguma área do seu interesse que tem um gadget que você cobiça. Veja um exemplo:

Limpador de orelha com câmera, pra você ver o que está limpando. Emocionante!

A culinária é uma atividade precursora quando se trata de gadgets: desde que alguém resolveu afiar uma pedra e cortar um pedaço de carne com ela, fez-se um novo dispositivo. Hoje em dia, existe uma infinidade de acessórios para quase tudo que você imaginar: tirar a tampa do ovo cozido, descascar jaca…

E esses itens são todos divertidíssimos! Dizem que a Julia Child era viciada em geringonças culinárias e tinha milhares de trecos diferentes na sua cozinha. Imagino que máximo!

Minha volta a cozinha foi muito estimulada pelos meus recém adquiridos itens de cozinha. Nada como um brinquedinho novo pra te animar a descer pro play.

Segue uma lista dos meus gadget culinários favoritos (pelo menos por hora):

MICROPLANE

O ralador Microplane é a faca Ginzu dos raladores: tenho certeza que ralaria um tubo de PVC se fosse necessário. Ele é MUITO bom. Tipo, pra casar. Item hype muito apreciado em blogs culinários.

FACA KUHN RIKON NONSTICK MINI PREP KNIFE COLORI

Essa faca foi um presentinho da Rê (thanks!) direto de NY. Ela é pequena, singela e poderosa. É tipo uma Black Mamba (a minha é amarela) das facas de legumes, versão suíça, colorida e guti guti.

MIXER WIRELESS CUISINART

Ao invés de surtos de compra de sapatos, eu tenho momentos frenéticos de compra de coisas para a cozinha. Cada um tem o consumismo que merece. Comprei esse mixer num momento “meu Deus, liquidação na Spicy” do qual eu não tenho muitas memórias – bloqueio de compras.

Só sei que a hora que vi que o mixer era SEM FIO, que eu poderia fazer massa de panqueca do meu quarto, eu estava embasbacada. Claro que eu não faço isso, mas a mobilidade é realmente boa. Tem também um mini processador que é seu melhor amigo na hora do guacamole rápido.

O lado ruim é que você sempre tem que lembrar de carregar a base, senão seus planos de misturar qualquer coisa ficam para daqui a algumas horas – ainda não descobri quanto tempo ele leva pra carregar.

IPHONE/IPAD

Os gadgets da marca da maçã são objeto de desejo também dentro da cozinha. Tem apps culinários (já mostrei um aqui), guia de queijos da frança, enciclopédia de vinhos e jogos que simulam uma cozinha. Aqui tem um artigo muito interessante sobre cozinhar com o iPhone.

Aceito dicas de novos gadgets, para meu cartão de crédito ir ao desespero completo. 🙂





Pavê ou pra comer: Os números de 2010

10 01 2011

Gente,

Recebi isso da WordPress e achei super divertido. Primeiro porque mostra um pouquinho o que foi o blog em 2010, o que me inspira a escrever mais em 2011.

Depois, tem a fantástica tradução do inglês para o português – parece que alguém de Portugal achou um livro de gírias dos anos 60 escrito pelo pessoal da Jovem Guarda e traduziu loucamente.

Divirtam-se, e feliz 2011 a todos! 🙂

 

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Este blog está em brasa!.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 3,300 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 8 747s cheios.

 

In 2010, there were 22 new posts, growing the total archive of this blog to 31 posts. Fez upload de 27 imagens, ocupando um total de 17mb. Isso equivale a cerca de 2 imagens por mês.

The busiest day of the year was 10 de Maio with 58 views. The most popular post that day was Feliz dia das mães!.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram twitter.com, google.com.br, facebook.com, jaestavaassimqdoeucheguei.blogspot.com e pt.wordpress.com

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por frango crocante, molho ao sugo italiano, abobora japonesa, doritos dippas e molho ao sugo tradicional

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Feliz dia das mães! Maio, 2010
3 comentários

2

Frango Crocante (aquele da propaganda da Hellman’s) Maio, 2010
2 comentários

3

Sopa de Abóbora – Receita do Oliver 🙂 Abril, 2010
1 comentário

4

Hobby de Seda Preto Setembro, 2009

5

iPhone Apps na cozinha – Epicurious Abril, 2010





Falling in love again

13 12 2010

Daí que eu travei. A vida se confundiu toda, resolvi mudar e querer tudo novo de novo. Enquanto eu navegava nesses momentos, algo me travou e me deixou fora da cozinha. Simplesmente perdi a vontade de cozinhar qualquer coisa além de ovo frito e tapioca. Eu tenho uma cozinha linda, gadgets divertidos, um fogão e forno novinhos… e não queria chegar perto. Travei.

Mas, já diz Leonard Cohen, there ain’t no cure for love.

A vontade começou a vir… eu olhava pra cozinha, ela piscava pra mim e quando eu vi, já era: estava lá. Mas resolvi começar leve, pra não assustar esse novo velho relacionamento: só uma saladinha, pra combinar com o verão e com o fato que eu estou um repolho gordo.

Salada Verde Simples Fantástica

Prólogo: Comi essa salada há alguns anos na Itália e foi puro amor. Ela é ridículamente simples e tem um sabor perfeito, como só a comida italiana sabe ser. O segredo dela é o da culinária mediterrânea: bons ingredientes!

Ingredientes

Folhas aleatórias – alface americana, alface roxa, alface crespa e, pra quem gosta, rúcula vai muito bem.

Pinoli ou nozes – eu só usei Pinoli porque tinha em casa. E eu só tenho porque sou uma pessoa muito fresca.

Meia pera – com ou sem casca, depende da sua frescura.

Queijo parmesão – faça um favor para você mesmo: compre um queijo grana padano e rale na hora. Thank me later.

Azeite extra virgem e aceto balsâmico – também vale o investimento em produtos de qualidade. Se você não gosta de salada, esses dois ingredientes podem mudar sua opinião.

Modo de fazer

Pique a pera em fatias finas. Se for usar nozes, pique em pedaços pequenos.

Monte a salada: folhas, pera, pinoli e rale o parmesão por cima.

Misture o azeite com o aceto balsamico (coloque mais azeite q aceto) e tempere a salada. Coloque um pouco de sal e pimenta pra ser feliz.

Dê um pulinho de alegria – você cozinhou algo simples e absurdamente delicioso.

É tão bom quanto parece

Aproveite o embalo e coma a outra metade da pera de sobremesa. Mande uma sms pra sua nutricionista, ela ficará orgulhosa! (espero)

E assim, simples como uma salada italiana, voltou a minha vontade de cozinhar.

Fogão, me aguarde, seu lindo.





Vida Saudável – Risoto de Quinoa

25 07 2010

Estou sumida do blog por um motivo triste: quase não cozinho mais. A minha vida resolveu se complicar muito (alguém aí já ouviu falar do retorno de saturno?) e falta tempo e disposição. Tudo conspira para que minha cozinha siga inutilizada. Vejo programas de culinária e meu coração se parte um pouquinho…

Mas outro dia, tive 5 minutos de sossego e resolvi voltar às panelas. Muita alegria! Como ainda estou no meu momento dieta, fiz uma receita com Quinoa, o grão típico do Peru que é o novo hyper entre chiques e saudáveis. A grande vantagem da Quinoa, de acordo com minha nutricionista, é que ela parece um carboidrato, mas na verdade tem muita proteína. Então é uma ótima forma de incorporar algo saudável na sua alimentação, aumentar a saciedade (leia-se comer mais) e se manter na dieta.

A Quinoa nossa de todo dia

Como esses argumentos me bastam, bora cozinhar Quinoa! Eu nunca tinha comprado isso na vida, então acabei seguindo a receita que estava no verso do pacote.

Risoto de Quinoa com Tomate

Ingredientes

1/2 cebola em fatias finas

1 xícara de chá de Quinoa

2 tomates sem pele e picados

1/2 copo de vinho branco

300 ml de caldo de vegetais (eu usei de frango)

1 dente de alho

azeite de oliva

sal, pimenta, noz moscada

(Tinha na receita mas eu não pus porque não tinha em casa: 2 xícaras de espinafre e 1 fatia de queijo branco)

Como fazer

Refogue a cebola no azeite. Coloquei a quinoa e os tomates picados e mexa bem. Depois q der uma leve fritadinha, coloque o vinho branco e cozinhe até que a quinoa absorva todo o líquido.

Depois, junte o caldo de vegetais aos poucos e cozinhe em fogo baixo. Para quem é meio risoteiro: não sei se eu estava sem paciência, mas senti que a quinoa demora mais pra absorver o caldo.

misturando a quinoa

Tempete com sal, pimenta, noz moscada e afins. Se você tiver espinafre, refogue ele no alho separado, pique e coloque junto com o risoto no final.

quinoa pronta - foto sem foco, sorry

Minha opinião é que um risoto de quinoa não deveria se chamar risoto, porque o nome cria expectativas muito erradas. Esse é um prato ok, saudável e até gostosinho (o tomate é fundamental), mas não espere a cremosidade que só um risoto cheio de manteiga e queijo vai ter. Basicamente, essa receita torna a quinoa um pouco mais interessante e a ajuda a fazer parte do seu jantar. Então faça, seja saudável e feliz.





Espaguete Animado

19 06 2010

Vi isso no blog do Katsuki e amei!

Espaguete animado:








%d bloggers like this: